RH: Sua equipe tem o tamanho certo para atender a empresa?

0
654

RH, que empresa vive sem ele? Quando as grandes fábricas, empresas e organizações começaram a tomar forma os trabalhadores contratados por elas ainda eram vistos como ferramentas, não muito diferente das máquinas usadas para produzir e desempenhar seu papel dentro do mecanismo de produção dentro delas.

Com o tempo, o desenvolvimento social e do mundo corporativo, assim como mudanças culturais e humanitárias, a visão dos indivíduos que se propõem a trabalhar por uma empresa mudou drasticamente.

Atualmente é cada vez mais difundido o ideal de que os profissionais devem ser tratados de maneira humanizada, através de auxílio e estímulos que visem um melhoramento individual, que como consequência criará um melhoramento no coletivo e agregará valor e crescimento a empresa como um todo.

Para isso é preciso se desfazer daquele clássico conceito de que “todos são responsáveis por tudo”, já que é justamente ele que leva os colaboradores em um caminho onde “ninguém é inteiramente responsável por nada”, capaz de prejudicar o rendimento e até mesmo estagnar uma organização.

Os profissionais devem ser tratados de maneira humanizada.
Os profissionais devem ser tratados de maneira humanizada.

Para fiscalizar, organizar e criar estratégias que lidem com o gerenciamento das relações das pessoas dentro das organizações foi desenvolvido a Gestão de Recursos Humanos, que também pode ser chamada de Gestão de Pessoas, Administração de Recursos Humanos ou simplesmente RH.

Mas, como saber se sua empresa possui o número certo de profissionais nessa área? Para chegar a resposta é preciso primeiramente saber qual o papel desse setor dentro da sua organização, quais as possibilidades que esses profissionais trazem e quais benefícios são capazes de produzir dentro dela.

O que é RH?

A Administração de Recursos Humanos, ou simplesmente RH, é o setor da empresa responsável por atrair profissionais, desenvolver treinamentos dos já contratados, remanejar profissionais quando necessário, realizar avaliações de desempenho, direcionar talentos e criar estratégias que resultem nos resultados desejados.

Como um todo são os profissionais do RH que ficarão responsáveis por planejar, executar, monitorar e avaliar os resultados alcançados, muitas vezes utilizando de ferramentas tecnológicas que os permitam realizar suas tarefas de maneira mais rápida, confiável e sem perder a qualidade de cada etapa.

Setor da empresa responsável por atrair profissionais.
Setor da empresa responsável por atrair profissionais.

Inicialmente o RH tinha como principal função cuidar de atividades burocráticas, como folha de pagamento e organização e produção de documentos, sendo que muitas dessas tarefas agora são feitas pelo setor de Departamento Pessoal, fazendo com que os afazeres de ambos complementam ambas as áreas.

O que se faz no Recursos Humanos?

Entre as principais atividades do RH está a contratação de pessoas, que hoje pode ser feita com a ajuda das redes sociais e outros serviços aportados na internet, que permitam uma triagem e análise mais ampla dos futuros profissionais de uma empresa.

Antigamente o principal fator para a contratação de um funcionário costumava ser suas capacidades técnicas, algo que ainda é essencial na hora da escolha, mas que atualmente deve ser acompanhada com uma análise que busca descobrir se o indivíduo é alinhado à cultura organizacional da empresa.

 

A transferência de funcionários também acaba passando pela análise daqueles que estão no RH.
A transferência de funcionários também acaba passando pela análise daqueles que estão no RH.

Isso facilita em outra tarefa do RH, a retenção de talentos, algo necessário já que a constante evasão de funcionários, em especial aqueles talentosos e capacitados, pode não apenas prejudicar os rendimentos de uma organização, mas também interferir no clima das equipes.

Além disso, profissionais que se alinhem a cultura organizacional e aos objetivos de uma empresa serão mais pró ativos e engajados dentro das atividades exercidas, ajudando a manter um desempenho cada vez melhor ou sempre em busca disso.

A transferência de funcionários também acaba passando pela análise daqueles que estão no RH, em conjunto com aquelas feitas pelos líderes de equipe e outros profissionais em posições de liderança dentro da organização.

Consciência de seu desempenho e resultados.
Consciência de seu desempenho e resultados.

Mudanças, treinamentos, avaliações de desempenho e criação de estratégias que levem aos resultados desejados são todas tarefas onde o RH será vital, se não o principal responsável, para que seja desenvolvido.

E todas são atividades essenciais para que uma empresa tenha consciência de seu desempenho e resultados, o que permite que ela trace quais serão seus objetivos e como e o quanto deseja crescer a curto e longo prazo.

Qual o tamanho ideal para uma equipe de RH?

Antes de pensar em um número exato para qualquer setor de uma empresa é preciso ter em mãos informações como: quantas horas são gastas em cada atividade essencial, quantos funcionários estão responsáveis por cada uma delas e quantas horas cada um deles gasta para esses processos.

Além disso, é preciso que a diretoria de uma empresa tenha uma visão clara de quais são os resultados de sua organização, qual o porte do empreendimento e qual o nível de produtividade desejado de cada profissional e setor onde ele está colocado.

Ter uma métrica de qual é a produtividade desejada como ideal, e qual a produtividade alcançada por cada funcionário, funcionará como um direcionamento para compreender quantos deles serão necessários.

Organizações que possuem até 300 colaboradores em sua folha de pagamento possuem de 1 a 6 profissionais no setor de RH.
Organizações que possuem até 300 colaboradores em sua folha de pagamento possuem de 1 a 6 profissionais no setor de RH.

Mas, para isso, é extremamente importante manter sempre em foco que a qualidade das atividades deve ser mantida; sendo assim, profissionais sobrecarregados e mal treinados, ou que não recebam o auxílio necessário para os seus afazeres, não irão conseguir entregar resultados tão bons.

Isso gera uma série de outros problemas dentro do ambiente profissional, que prejudica o trabalho individual e coletivo e acaba paralisando a organização, ou então diminuindo suas chances de crescimento.

Tendo isso em mente é possível analisar com mais cuidado os números obtidos através de uma pesquisa de HR Trends, realizada pela ProPay S.A com profissionais em cargos que são considerados estratégicos dentro do setor de RH.

Segundo essa pesquisa 87% das organizações que possuem até 300 colaboradores em sua folha de pagamento possuem de 1 a 6 profissionais no setor de RH. Já nos casos das empresas com mais de dez mil profissionais contratados 87% delas possuem mais de 30 funcionários dentro dessa mesma área.

Existe um gestor a cada cinco especialistas ou analistas prontos para desempenhar suas atividades dentro do setor.
Existe um gestor a cada cinco especialistas ou analistas prontos para desempenhar suas atividades dentro do setor.

Em ambas as situações 46,6% dos que responderam as questões informaram que existem 1 ou 2 gestores em seus departamentos de RH, que podem estar em cargos de C-Level, supervisor, gerente, coordenador ou diretor.

Ou seja, existe um gestor a cada cinco especialistas ou analistas prontos para desempenhar suas atividades dentro do setor.

A resposta para a pergunta inicial, qual o tamanho certo de uma equipe de RH, ainda é incerta, mesmo com os números dados acima.

Isso porque o ideal para uma empresa dependerá das atividades exercidas por seus colaboradores, da qualidade delas e se eles estão sendo sobrecarregados por elas ou então possuem um tempo livre acima do desejado em suas horas de trabalho.

Produtividade alcançada por cada funcionário, funcionará como um direcionamento para compreender quantos deles serão necessários.
Produtividade alcançada por cada funcionário, funcionará como um direcionamento para compreender quantos deles serão necessários.

Atualmente 38% das atividades estratégicas realizadas dentro do setor de RH já são feitas com o auxílio da tecnologia, o que é algo que maximiza o trabalho e diminui o tempo necessário para alguns afazeres.

Em contrapartida, ainda existem muitos departamentos de RH que se vêem em dificuldades de utilizarem desses softwares, além daqueles que não os têm disponíveis para o uso.

Como conclusão é preciso dizer que são os indicadores próprios de cada empresa que vão ser capazes de informar se sua equipe de RH tem ou não o tamanho certo para atender suas demandas.

Landing Strategybox